AMOR PRÓPRIO - RECONHEÇA O VALOR QUE VOCÊ TEM



Amor próprio é o amor a si mesmo. Parece obvio, mas amar a si mesmo é uma das maiores dificuldades de muitas pessoas.

Mas o que é amar a si mesmo? Amar a si mesmo é se colocar em primeiro lugar. É reconhecer o seu real valor. É reconhecer que tem um poder enorme dentro de você e que é capaz de fazer você ser tudo o que nasceu pra ser.

Agora, responda a uma pregunta: - qual é a imagem que você tem de si mesmo, quando você se posiciona em frente ao espelho e se observa? Como você se vê?

A autoimagem é um primeiro passo para que você identifique suas características e se perceba. Tudo o que você percebe em você recebe uma grande influência de suas crenças, de afirmações que fizeram a seu respeito, de decretos que você criou para si mesmo, das frases e autossugestões repetidas por muito tempo, ditas para confirmar seus pensamentos, sentimentos, comportamentos e ações.

Se colocar em primeiro lugar nas suas escolhas, decisões e em relacionamentos é a atitude que poucas pessoas têm. E eu não estou falando de você fazer “acordos”, ceder suas vontades, negociar quando tem opiniões diferentes, mas de se anular diante de outra pessoa ou de pessoas, porque acredita não ser tão merecedor ou que você pode ficar para um segundo plano.

Fazemos isso tantas vezes com filhos, cônjuge, pais, irmãos, amigos, que nem percebemos o quanto estamos nos deixando para depois. Isso passa a ser tão normal que, que só nos damos conta quando começamos a nos arrepender e a nos culpar por resultados não desejados.

E é aí que muitas pessoas começam a se autodestruir, através de uma má alimentação, falta de cuidados com o corpo, com a aparência, se isolando de tudo e de todos e se sentindo cada vez menos amada.

Mas como enxergar o amor recebido por outra pessoa se nem a própria pessoa se ama? É isso mesmo, a falta de amor próprio cega e bloqueia todo tipo de recebimento que faz com que a pessoa se sinta bem e em evidência.

Existem várias técnicas e tratamentos para melhora da autoestima e elevação do amor próprio. Através de processos meditativos, de processos de coaching, de técnicas da PNL são conseguidos resultados incríveis, mas em muitos casos o tratamento é mais sério e necessita do trabalho de psicólogos ou psiquiatras.

O fato é que só mudamos o que aceitamos e aceitar a condição da falta de amor próprio é o primeiro estado de consciência necessário para uma transformação de comportamento.

Uma pessoa que tem amor próprio é capaz de se aceitar como é, de não se culpar, de respeitar e lidar com as diferenças, de não se comparar, de não aceitar “migalhas”. Está sempre em estado de gratidão e em constante evolução pessoal.

Ame-se, respeite-se, permita-se ser tudo o que você pode ser!

Olá, que bom ver você por aqui!

Siga-nos nas redes sociais e fique por dentro da live toda quarta-feira às 20h no Instagram!

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone YouTube

Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!